bonus de cadastro

Com partida disciplinada, River Plate surpreende e vence La U

River-Plate-disciplinado-vence-La-U-Futebol-Latino-03-02
Foto: Ricardo Figueredo

A estreia do River Plate (Uruguai) em uma Pré-Libertadores foi realmente “dos sonhos”. Enfrentando a tradicional Universidad de Chile, a equipe de Juan Carrasco demonstrou extrema dedicação e disciplina tática, sendo premiada com a vitória por 2 a 0 jogando no estádio Domingo Burgueño Miguel.

Leia mais: No sufoco, Huracán bate Caracas no jogo de ida por 1 a 0

Mesmo tendo teoricamente uma equipe menos técnica, o River compensava no aspecto da entrega aliada e com uma postura de não se encolher perante aos chilenos. A atitude até deu certo resultado nos 20 primeiros minutos com mais posse de bola próxima ao gol de Johnny Herrera, mas com pouca efetividade na hora de finalizar.

Após esse período, La U aos poucos foi tentando carregar o duelo para onde lhe interessava, que era o de ditar o ritmo da partida seguindo os preceitos que Santiago Becacecce viu tanta vezes Jorge Sampaoli colocar em prática na Roja: Trocar passes rápidos e verticais.

Entretanto, houve pouca criação de reais possibilidades de gol nesse sentido também pelos visitantes, tornando o duelo bem equilibrado e com apenas uma chance mais clara para os dois lados nos primeiros 45 minutos.

Para os chilenos, Mathias Corujo perdeu um gol praticamente sem goleiro após a falha de Nicola Pérez em saída do gol totalmente desastrada em um cruzamento. Já para o River Plate, o jovem atacante Michael Santos recebeu um lindo passe de Edelson Pedroso e, frente a frente com o arqueiro Johnny Herrera próximo a pequena área, acabou tocando por sobre o gol para desespero da torcida local.

Ao contrário do que aconteceu no primeiro tempo, a Universidad começou melhor e aparentemente mais concentrada, exigindo logo aos cinco minutos em um chute forte de Gustavo Canales que o goleiro Pérez fizesse uma ótima defesa.

Apesar da melhora dos visitantes, um lance de bola parada aos 15 minutos acabou mudando o rumo do jogo. Após a cobrança de escanteio, o meia Flores foi seguro pelo lateral Monzón dentro da grande área, resultando em pênalti para o time uruguaio. Na cobrança, Santos encheu o pé e, apesar do toque na bola de Herrera, ela balançou as redes e abriu o marcador em Maldonado.

E a situação poderia ter ficado ainda melhor para a equipe charrua cinco minutos depois quando, após bela troca de passes no ataque, novamente Michael Santos recebeu um bom passe dentro da grande área, dessa vez de Leguizamón, mas não contava com uma defesa de puro reflexo no contrapé de Johnny Herrera.

Mas, aos 28 minutos, após a La U abrir seu meio-campo com a entrada do atacante Ubilla no posto de Corujo, o time mandante se aproveitou e chegou ao segundo tento. Após boa jogada em velocidade pela ponta esquerda do ataque, Schiappacasse cruzou para o meio da área e, após a defesa parcial de Herrera, Taján conseguiu aproveitar o rebote e tocar para o gol vazio, levando ao delírio os torcedores locais.

Depois disso, bastou os donos da casa administrarem o resultado e, mesmo sendo atacados pelo clube do Chile, não passaram apuros até o apito final do argentino Patrício Loustau.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2023