bonus de cadastro

Bolívia x Venezuela: Goleadas acachapantes e um triunfo heroico

Confrontos-históricos-Bolívia-Venezuela-Futebol-Latino-11-11
Foto: Arte Futebol Latino

Fragilizadas atualmente no cenário sul-americano, Bolívia e Venezuela medirão forças no início da noite de amanhã (18h) em La Paz para saírem do zero na pontuação disputando a terceira rodada das Eliminatórias.

Leia mais: Equador x Uruguai: Disparidade pró-Uruguai e goleadas “espelhadas”

Quando se trata em jogos de caráter geral, o mandante da partida de amanhã leva vantagem, tendo em 34 encontros vencido 15, empatado 10 e perdido em nove oportunidades.

Já no sentido de confrontos somente válidos pela competição classificatória ao Mundial, em vezes que bolivianos e venezuelanos jogaram, em oito vezes a festa foi da La Verde, houveram dois resultados de igualdade e, em seis oportunidades, quem comemorou foi a seleção Vinotinto.

Outro fator marcante nesse confronto é a frequente quantidade de gols nesse duelo, algo que será muito bem retratado a seguir em dois certames marcantes de Bolívia e Venezuela:

Bolívia 7 x 0 Venezuela – 21/08/1993 – Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1994

Embalada pela excelente fase que culminaria na última qualificação dos bolivianos para uma Copa do Mundo, La Verde não tomou conhecimento dos venezuelanos e atropelou com um massacrante placar.

Na partida de ida, a Bolívia já havia humilhado a Vinotinto em Puerto Ordaz por 7 a 1, dando um prenúncio de que, no jogo da volta, a equipe visitante teria sérios problemas para conter o ímpeto do adversário.

No primeiro tempo, a barreira imposta pela defensiva da Venezuela foi rompida ainda aos oito minutos de partida com Ramallo. Mas o show de gols ficou reservado para o tempo complementar, com os tentos de Melgar (duas vezes), Luis Sánchez, Sandy e “El Diablo” Etcheverry (duas vezes).

Venezuela 5 x 3 Bolívia – 20/11/2007 – Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010

Foram necessários 14 anos para que a “vingança” da seleção venezuelana fosse concretizada em grande estilo frente ao seu torcedor que compareceu em excelente número ao José Pachencho Romero, na cidade de Maracaibo.

Atrás do placar em duas oportunidades no primeiro tempo graças aos gols de Marcelo Moreno e Juan Carlos Arce, o atacante Daniel Arismendi estava em uma primeira etapa inspirada e marcou os dois tentos dos anfitriões para igualar o marcador, com direito inclusive a receber uma assistência “sem querer” de seu companheiro de ataque, Giancarlo Maldonado.

Na etapa derradeira, a Bolívia voltou a tomar a dianteira com Marcelo Moreno já aos 32 minutos. E foi aí que um espírito de raça e técnica absoluta tomou conta dos venezuelanos, que não só empataram o duelo com Alejandro Guerra aos 36, mas viraram e concretizaram um triunfo inesquecível graças aos gols de Giancarlo Maldonado com 43 e 45 minutos do segundo tempo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2023