COMPARTILHE
Independiente-Atlético-Tucumán-Copa-Sul-Americana-Futebol-Latino-12-09
Foto: Arte Futebol Latino

Após perder o primeiro jogo por 1 a 0, o Independiente conseguiu bater o Tucumán por 2 a 0 dentro de casa e garantiu sua vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Os gols do Rey de Copa saíram através de Leandro Fernández e na reta final do segundo tempo com Benítez.

Leia Mais: Argentina consegue liberação para encarar o Peru na La Bombonera
Gigante da América, Independiente busca reverter desvantagem contra Tucumán

O jogo

O duelo começou de forma intensa. Os jogadores de ambas as equipes, mostraram muita vontade no início e disputavam a bola com chegadas duras. Isso não contribuiu muito e os dois times acabaram abusando dos erros de passes.

No início, o Atlético Tucumán adiantou a marcação e complicou a saída de jogo da equipe mandante. Porém, os visitantes não conseguiram manter o ritmo e apostaram no contra-ataque.

A tática do Tucumán começou a falhar quando Leandro Fernández recebeu na área pela esquerda, cortou a marcação e chutou com força com muito perigo, fazendo a bola raspar a trave do goleiro Luchetti.

O Independiente manteve a postura ofensiva e abriu o placar aos 17 minutos com um golaço. No lance, Martín Benítez fez boa jogada pela direita, tocou para a entrada da área e Fernández fuzilou, 1 a 0.

Nos minutos finais, o Atlético Tucumán melhorou e começou a pressionar o Independiente. Porém, o jogo continuou muito pegado e foi prejudicado devido ao grande número de faltas.

Antes do apito do árbitro, o Independiente quase ampliou no fim da primeira etapa quando Fernández recebeu pela esquerda, cruzou rasteiro e viu Benítez chutar fraco, em cima do goleiro Luchetti.

Segundo tempo

Na segunda etapa, o jogo continuou pegado e começou com as duas equipes abusando dos erros de passes. Por causa disso, aos 8 minutos veio à expulsão de Tagliafico. No lance, o capitão do Independiente cometeu falta dura na entrada da área e levou o segundo amarelo.

Após perder o seu capitão na partida, a situação dos donos da casa foi totalmente revertida. Com um a mais em campo o Atlético Tucumán se lançou com tudo para o ataque e o Independiente passou a se defender.

Mesmo assim os lances mais perigosos eram dos donos da casa. Jogando com muita bravura, o Independiente criou duas boas chances de ampliar o placar que poderia evitar a cobrança de pênaltis. A melhor delas ocorreu aos 21 minutos, justamente em uma cobrança de penalidade, que foi desperdiçada pelo artilheiro Fernández.

Aos 31 o jogo faltoso deu lugar para um jogaço. Após desperdiçar as chances, o Independiente viu o Tucumán ter a oportunidade de definir o jogo em cobrança de pênalti. No primeiro chute, Luis Rodríguez converteu a penalidade, mas o árbitro assinalou a invasão e mandou repetir o chute. Na segunda batida, Rodríguez mudou o canto, chutou com força e viu Campaña espalmar.

Aos 38, a bravura do Independiente foi recompensada com outro golaço. No lance, Martín Benítez, autor do passe do primeiro gol, recebeu passe na entrada da área, arriscou o chute e mandou no canto, sem chances para o goleiro Luchetti.

Com o resultado, o Independiente avança e espera o vencedor do confronto entre Nacional-PAR e Estudiantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here