bonus de cadastro

Secretário geral da FBF alega “complô” de atletas que renunciam a seleção

Secretário-FBF-complô-seleção-boliviana-Futebol-Latino-16-09
Foto: AP

Parece que os problemas do futebol boliviano extra-campo estão contaminando também o clima entre jogadores que representam a seleção e o técnico recém-chegado Júlio César Baldivieso, já que tanto o zagueiro Raldes como o atacante Marcelo Moreno declararam que não atuam pela Bolívia sob o comando do treinador que só comandou a equipe diante do sonoro 7 a 0 sofrido no amistoso contra a Argentina.

Leia mais: Quem será o campeão?

Porém, existem pessoas da própria Federação Boliviana de Futebol (FBF) que acreditam no fato de que essas renúncias a trabalharem com Baldivieso tem uma intenção muito mais profunda do que simplesmente mostrar o seu descontentamento com método e declarações concedidas pelo ex-atleta.

Segundo o secretário geral Wálter Torrico disse em declaração a imprensa localo real objetivo dessas atitudes seriam também tentando criar “Um complô para desestabilizar a tarefa da Federação e do treinador Júlio César Baldivieso.”

Torrico ainda defendeu o jeito de ser sincero recém-chegado técnico a La Verde:

“Todos conhecem a forma que Julio fala e ele o faz de forma clara, contundente e sem rodeios.”

O integrante do corpo diretivo da FBF ainda pontuou que é inaceitável a atitude dos atletas em questão, já que “É um orgulho vestir a camiseta da seleção e é uma obrigação com a pátria.”

Seja com ou sem o retorno de Raldes e Marcelo Moreno, a preparação para a estreia da Bolívia nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia, que será contra o Uruguai em La Paz, deve começar no início da próxima semana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2023