bonus de cadastro

Em noite de penalidades, brasileiros e uruguaios se dão bem na Sul-Americana

Decisão-pênaltis-Chapecoense-Defensor-Copa-Sul-Americana-Futebol-Latino-02-10
Foto: AFP

A emoção máxima do futebol principalmente para quem tem a preferência de torneios em formato eliminatório são as penalidades máximas, disso ninguém tem dúvida. Pensando nisso e também com as particularidades de cada confronto, Chapecoense x Libertad e Defensor x Lanús proporcionaram fortes emoções a quem acompanhou a quinta-feira na Copa Sul-Americana.

Tanto quando o assunto era visto pelas quatro torcidas em questão ou até mesmo para quem simpatizava com um das participantes na disputa.

Leia mais: Argentina continua na liderança do ranking de seleções da FIFA

Em Santa Catarina, uma partida que começou quente, tendo dois gols em 10 minutos e igualando um placar que, na cidade de Assunção no jogo de ida, demorou quase 94 minutos para ser alcançado.

Com a expulsão na etapa final do zagueiro Wanderson, a situação ficou bem complicada para a equipe brasileira, que se limitou a se segurar e também contar com a inoperância do ataque paraguaio para levar a disputa para os pênaltis. E justamente o erro do artilheiro do Libertad, Hernan López, que sacramentou a classificação do alviverde de Chapecó.

Na outra partida da noite, jogando no estádio Luis Franzini, Defensor e Lanús mantiveram a seca de gols do primeiro confronto e apenas abriram o marcador da série nas penalidades máximas. Com um alto nível de acerto quem se deu melhor foi o time uruguaio, que ganhou sua vaga nas quartas de final.

Veja quais são os confrontos das quartas de final da Copa Sul-Americana:

River Plate x Chapecoense

Atlético-PR x Sportivo Luqueño

Huracán x Defensor

Independiente x Independiente Santa Fé

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2023