bonus de cadastro

“A Argentina depende muito de Messi”, afirma Mario Kempes

Fonte: Olé

Após a decepcionante estreia da Argentina nas eliminatórias contra o Equador, o que não falta são criticas para a equipe de Tata Martino. Um dos maiores jogadores da história do futebol argentino, Mario Alberto Kempes, campeão do Mundo em 1978, deixou bem claro a sua insatisfação e afirmou que a seleção de seu país depende muito de Leonel Messi.

Leia Mais: Zebra aparece e Equador derruba a Argentina no Monumental
Sem Messi, Aguero assume a camisa 10 da Argentina

O ex-jogador concedeu entrevista a rádio ESPN e afirmou que sem Messi, a Argentina não é perigosa. “A dependência do futebol do futebol de Messi é cada vez maior. Sem o melhor do mundo, a Argentina não consegue jogar bem”, desabafou.

Para Kempes, dar o ponta pé nas eliminatórias com duas derrotas ficaria muito pesado o clima na seleção. Sendo assim, ele espera que Tata Martino faça alguma coisa para mudar este panorama e saia de campo com uma vitória na próxima terça-feira, contra o Paraguai, em Assunção.

“Tata Martino precisa resolver alguns problemas que a equipe apresentou no jogo de estreia. Sair de campo derrotado pela segunda vez seria um desastre”.

Afiado como é de costume, Mario Kempes afirmou que o treinador precisa olhar com mais carinho para os jogadores que disputam o campeonato argentino. E alfinetou os jogadores que jogam na Europa.

“Alguns jogadores que vestem a camisa da Argentina precisam entender que eles estão defendendo o seu país e não o seu clube lá de fora. Precisamos olhar para os jogadores locais. Eles precisam ter mais atenção, já que os que atuam fora do país não nos dão a garantia de bom futebol”, desabafou.

Por fim, a última vitima de Mario Kempes foi Carlitos Tevez, ídolo do Boca e xodó da torcida argentina. Para o campeão mundial, o camisa 10 Xeneize precisa jogar mais na seleção nacional para brigar pela titularidade.

“Tevez precisa entender que a Seleção não é o Boca Juniors. No campeonato nacional ele sobra, mas com a camisa da seleção ele está devendo. Ele tem que jogar mais. Não joga só por ele e sim, por um país”, finalizou Mario Kempes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2023