SHARE
Foto: Imago7

*Por Juliano Rangel – Colaborador do Futebol Latino

A fase do Querétaro que já não é boa dentro de campo, onde a equipe já acumula três derrotas e três empates em apenas oito rodadas da Liga MX, ganhou mais um novo capítulo na noite de ontem (09), só que desta vez fora das quatro linhas, e com cenas de confusão.

Leia Mais: Zagueiro colombiano empolga imprensa inglesa após estreia no Tottenham
Vitória do Corinthians no clássico pode render bons lucros aos apostadores

Após a derrota, em casa, para o Léon por 2 a 1, os atacantes Édgar Benítez e Erbin Trejo se estranharam no túnel que dá acesso aos vestiários do Estádio La Corregidora, em Santiago de Querétaro.

Segundo a Espn do México, Benítez tentou agredir seu companheiro, quando ambos se dirigiam para os vestiário, mas acabaram sendo contidos por seus companheiros de clube. Ainda de acordo com a publicação, a discussão entre os dois jogadores começou por conta jogada que resultou no gol de Mauro Boselli e, conseqüentemente, o segundo gol do Léon.

Pedidos de desculpas

Tanto Benítez, como Trejo resolveram pedir desculpas, por meio de suas redes sociais, com o grupo do Querétero e também com os torcedores por conta de todo o ocorrido.

Em sua conta do Instagram, Benítez pediu perdão e reafirmou seu compromisso com o clube. “Quero pedir perdão a meus companheiros, ao corpo técnico, a direção e torcida. Sinto muita tristeza pelo ocorrido. Essas coisas não tem que passar, não foi um bom exemplo a minha reação, se tem que resolver de outra maneira. Quero muito esta camisa, a esta equipe que me dá a possibilidade de fazer o que mais gosto. Muitas vezes as coisas não saem como queremos e reagimos mal. O compromisso deste grupo é inquebrável, devemos seguir dando duro para rever essa situação, novamente perdão aos demais esclarecendo que não houve coisas maiores, nem golpes e está tudo esclarecido. Saudações Pajaro Benítez”, disse o jogador.

Já Trejo, também usou a redes socias, mais especificamente o Twitter, para esclarecer toda a situação. “Quero esclarecer que o acontecimento com Pajaro (Benítez) foi produto do calor da partida, isso é de todos e todos juntos vamos sair. Nos demos às mãos e uma abraço no vestiário, e foi o primeiro que me recebeu aqui em Querétaro e quem me ajudou muito desde que estávamos em Toluca e eu apenas começava, eu aprecio muito… temos que apoiar a todos, porque todos juntos vamos sair disso… ponto final”, declarou o atleta.

SHARE

A redação do site pioneiro em informações detalhadas a respeito do futebol na América Latina trabalha sempre para unir qualidade e dinamismo a um conceito moderno de jornalismo esportivo.