COMPARTILHE
Foto: Lucas Uebel

Após a queda na Libertadores, o Grêmio voltou aos trabalhos na manhã desta sexta-feira e o zagueiro Bressan, que substituiu Geromel no duelo contra o Cruzeiro, bateu um papo com a imprensa para explicar o atual momento do time na temporada.

Leia Mais: Atacante que joga na MLS é cortado da convocação da Bolívia
Atleta sofre ameaças na porta de casa e permanência no Fortaleza vira dúvida

De acordo com o defensor, a dor pela eliminação ainda é muito grande dentro do elenco, mas que na segunda-feira o assunto já esteja cicatrizado e os jogadores voltem ao principal foco do ano: Libertadores.

“O papo é que temos que saber ser inteligentes. Não é um momento que a gente esperava, buscamos a classificação, mas a partir de segunda é página virada, tem que voltar o foco para o Brasileiro, primeiro jogo contra o Sport, e depois Libertadores, a competição que nós e a torcida esperam muito. É juntar forças, o Grêmio é forte quando o time e a torcida se unem. Esse ano tem coisas boas pela frente, o grupo tem ambição de vencer e juntamente com a torcida vamos buscar isso”, afirmou o atleta.

Visto com desconfiança pela torcida, o jogador avaliou que sua atuação no Mineirão foi positiva e agradeceu o apoio da comissão técnica e companheiros.

“Fiquei feliz e contente com todo o apoio, carinho que recebi, tenho muitos amigos gremistas, me cobrava muito em poder voltar a atuar em jogos importantes em nível bom. Procuro trabalhar, sei das limitações técnicas que todos jogadores podem ter. Preciso ressaltar também a confiança do grupo e comissão. Sempre esteve no meu lado e me apoiou. Sempre me deram força, dedico a eles a atuação, mas é como venho falando para meus familiares, trocaria pela classificação. Não aconteceu, temos uma Libertadores e um Brasileiro que estamos em segundo lugar. O ano ainda não acabou, temos muita coisa pela frente”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here