Conmebol-Copa-América-Centenário-Futebol-Latino-07-09
Foto: Divulgação/Conmebol

A cada dia que passa, a tão aguardada Copa América do Centenário perde força e pode ser cancelada em breve. As rigorosas investigações que levaram inúmeros dirigentes presos durante uma conferência da FIFA têm causado calafrios na Conmebol e o receio que novas prisões aconteçam nos EUA, deixam um ponto de interrogação sobre a realização da competição.

Leia Mais: Colômbia descarta sediar a Copa América 2016
Jurgen Klinsmann convoca a seleção americana para amistosos

De acordo com o diretor da Confederação Sul-Americana de Futebol, Hildo Nejar, a Conmebol desanimou de realizar o torneio.

“Não há ambiente para a disputa e está tudo muito incerto quanto aos rumos do futebol no continente. O interesse da Conmebol pelo torneio murchou”, disse Nejar.

Para o dirigente, o processo de investigação do FBI é longo e ainda tem muita coisa para rolar. “Ninguém sabe o que vai acontecer. Estamos só no início de um longo processo”.

Além dos dirigentes, outro fator pode prejudicar a Copa América do Centenário. Os diretores das empresas que detêm os direitos de transmissão da competição também foram presos pelo FBI e outros continuam sob investigação.

Colômbia descartou sediar o torneio

Na semana passada, alguns rumores surgiram nos bastidores da Conmebol afirmando que a Colômbia poderia tirar a competição dos EUA e realizar o evento, mas o presidente da Federação Colombiana, Luis Bedoya, fez questão de descartar e tirar o seu país desta confusão.