SHARE
Marcelo-Gallardo-técnico-River-Plate
Foto: Divulgação

Você certamente já deve ter ouvido aquela velha máxima que o futebol brasileiro não dá tempo aos técnicos, não é mesmo? Porém, se você acha que essa é uma exclusividade apenas do futebol tupiniquim, fique tranquilo, os nossos vizinhos também aderem a tática de mudança na comissão técnica quando as coisas não vão bem em campo.

Leia Mais: Atacante do Chicago Fire é eleito melhor jogador da MLS no mês de maioMundial Sub-20: FIFA notifica Uruguai por gestos racistas

O exemplo de hoje é a Argentina. Após 27 rodadas do campeonato nacional, apenas oito equipes (Talleres, San Lorenzo, River, Boca, Estudiantes, Atlético de Rafaela, Banfield, Lanús e Patronato) permanecem com o mesmo comandante desde a estréia do torneio. Algumas equipes não se contentaram em mudar o comandante apenas uma vez e já estão no quarto técnico.

Confira abaixo o levantamento:

Aldosivi: Fernando Quiroz (Rodada 1 – 8), Darío Franco (Rodada 9 – 23), Walter Perazzo (Rodada 24 – Atual)
Arsenal: Sergio Rondina (Rodada 1 – 9), Lucas Bernardi (Rodada 10 – 14), Humberto Grondona (Rodada 15 – Atual)
Atlético de Rafaela: Juan Manuel Llop (Desde a 1ª rodada)
Atlético Tucumán: Juan Manuel Azconzábal (Rodada 1 – 10), Luciano Precone (Rodada 11 – 14), Pablo Lavallén (Rodada 15 – Atual).
Banfield: Julio Falcioni (Desde a 1ª rodada)
Belgrano: Esteban González (Rodada 1 – 10), Leonardo Madelón (Rodada 11 – 18), Sebastián Méndez (Rodada 19 – Atual)
Boca: Guillermo Barros Schelotto (Desde a 1ª rodada)
Colón: Paolo Montero (Rodada 1 – 14), Eduardo Domínguez (Rodada 15 – Atual)
Defensa y Justicia: Ariel Holan (Rodada 1 – 10), Sebastián Becaccece (Rodada 11 – Atual)
Estudiantes: Nelson Vivas (Desde a 1ª rodada)
Gimnasia: Gustavo Alfaro (Rodada 1 – 24), Leandro Martini y Mariano Messera (Rodada 25 – Atual).
Godoy Cruz: Sebastián Méndez (Rodada 1 – 14), Lucas Bernardi (Rodada 15 – Atual).
Huracán: Eduardo Domínguez (Rodada 1 – 4), Ricardo Caruso Lombardi (Rodada 5 – 12), Néstor Apuzzo (Rodada 13), Juan Manuel Azconzábal (Rodada 14 – Atual)
Independiente: Gabriel Milito (Rodada 1 – 14), Ariel Holan (Rodada 15 – Atual)
Lanús: Jorge Almirón (Desde a 1ª rodada)
Newell’s: Diego Osella (Desde a 1ª rodada)
Olimpo: Cristian Díaz (Rodada 1 – 12), Juan Barbas (Rodada 13 y 14), Mario Sciaqua (Rodada 15 – Atual)
Patronato: Rubén Forestello (Desde a 1ª rodada)
Quilmes: Alfredo Grelak (Rodada 1 – 18), Leonardo Lemos (Rodada 19), Cristian Díaz (Rodada 20 – Atual)
Racing: Claudio Ubeda (Rodada 1), Ricardo Zielinski (Rodada 2 – 14), Diego Cocca (Rodada 15 – Atual)
River: Marcelo Gallardo (Desde a 1ª rodada)
Rosario Central: Eduardo Coudet (Rodada 1 – 13), Leonardo Fernández (Rodada 14), Paolo Montero (Rodada 15 – Atual)
San Lorenzo: Diego Aguirre (Desde a 1ª rodada)
San Martín de San Juan: Pablo Lavallén (Rodada 1 – 11), Hugo Garelli (Rodada 12 – 14), Néstor Gorosito (Rodada 15 – Atual)
Sarmiento: Gabriel Schurrer (Rodada 1 – 8), Juan Pirez (Rodada 9), Jorge Burruchaga (Rodada 10 – 14), Fernando Quiroz (Rodada 15 – Atual)
Talleres: Frank Kudelka (Desde a 1ª rodada)
Temperley: Carlos Mayor (Rodada 1 – 9), Gustavo Álvarez (Rodada 10 – Atual)
Tigre: Pedro Troglio (Rodada 1 – 16), Fabián Castro (Rodada 17), Facundo Sava (Rodada 18 – 27)
Unión: Leonardo Madelón (Rodada 1 – 8), Juan Pumpido (Rodada 9 – 21), Eduardo Magnín (Rodada 22), Pablo Marini (Rodada 23 – Atual)
Vélez: Christian Bassedas (Rodada 1 – 4), Alberto Fanessi (Rodada 5), Omar De Felippe (Rodada 6 – Atual)